Cozinha

Triturador semi-industrial: entenda por que você precisa de um!

triturador-semiindustrial-entenda-por-que-voce-precisa-de-um.jpeg
Escrito por Tritury

 

Os benefícios dos trituradores em residências são muitos e já são conhecidos, mas o conforto e a praticidade dos trituradores não acabam por aí.

Estabelecimentos comerciais e indústrias também podem tirar proveito desse recurso. Para empresários e empreendedores, os trituradores alimentares trazem os mesmos benefícios e ainda, facilitam a rotina e a gestão do negócio.

Os aparelhos mais indicados possuem motores mais potentes, para volumes maiores de resíduo a serem processados. Eles passam para a categoria semi-industrial. Quer conhecer mais sobre esses trituradores e saber como são interessantes para qualquer negócio? Confira o post!

Os triturados semi-industriais

Os semi-industriais da linha Tritury compreendem três modelos: ACX 100, ACX 150 e ACX 200, em ordem dos menos para os mais potentes.

Os equipamentos semi-industriais têm a mesma função que os trituradores residenciais: reduzir o lixo e transformar os resíduos orgânicos em particulados minúsculos que podem ser descartados no esgoto.

Em termos de aspectos técnicos e físicos, também pouco se diferem dos modelos usados em residências. A potência dos trituradores da linha Tritury pode variar de acordo com o motor, o modelo menos potente tem o motor da marca Weg com 1,0 HP, já o mais potente, 2,0 HP.

A diferença entre as linhas

A grande diferença entre as linhas residenciais e as semi-industriais é o motor. Enquanto os trituradores de residenciais possuem motores com voltagens entre 127 e 220 volts, os modelos comerciais têm de 127 a 440 volts.

Além disso, os residenciais contam com 2 estágios de corte, mais do que suficientes para o lixo do dia a dia, e os semi-industriais com 4 estágios de corte para volumes maiores.

Os trituradores industriais são bem mais robustos e com capacidade bem maior para o processamento de alimentos, indicado, principalmente, para supermercados e estabelecimentos de grande porte. Os trituradores navais contam ainda com outras especificidades, feitas para plataformas offshore, embarcações, dragas, entre outros.

Benefícios para o comerciante

Os estabelecimentos, como bares, hotéis, shoppings e restaurantes podem optar pelo equipamento sem pensar duas vezes.

O primeiro fator que faz com que o triturador seja uma ótima opção é o custo envolvido. O aparelho custa relativamente pouco para o comerciante e o retorno é rápido. Durante a operação, o gasto de água e de energia elétrica é pouquíssimo, quantidade que não representa um aumento significativo nas contas no final do mês.

O triturador é uma ferramenta que, praticamente, não precisa de manutenções e troca de peças, oferecendo um bom cuidado diário. No caso da Tritury, todos os produtos são nacionais e, em caso de qualquer problema, peças originais estão disponíveis para pronta entrega. Para melhorar ainda mais, os trituradores têm garantia de 1 ano.

Outro gasto, que pode ser reduzido — e até cortado —, é o pagamento de taxas extras ou do recolhimento de lixo terceirizado, que é cobrado dos empresários em cidades como Brasília, São Paulo e Curitiba.

Essas e outras cidades brasileiras cobram pelo excesso de lixo produzido que foi recolhido ou fazem com que o comerciante contrate serviços terceirizados para fazer a coleta individual. Para a cidade de São Paulo, por exemplo, a quantidade cobrada é para volumes superiores a 200 litros de lixo orgânico.

Além das facilidades financeiras, o triturador garante uma cozinha bem mais limpa e organizada.

Como (quase) todo o lixo orgânico pode ser triturado, o armazenamento dentro dos estabelecimentos passa a ser composto, em maioria, por lixos secos e recicláveis, evitando problemas com órgãos de vigilância sanitária e qualquer contaminação por restos de lixo ou doenças transmitidas por animais no local.

Meio ambiente + triturador

Os benefícios não são só para o estabelecimento, mas também para a sociedade e para o meio ambiente. Mas como isso é possível? Vamos explicar!

Quando a matéria orgânica passa pelo triturador o material se torna líquido, em que 80% é água e 20% é resíduo. O que chega ao esgoto e às estações de tratamento é, portanto, de fácil tratamento e em pouca quantidade, se comparado a outros resíduos do esgoto sanitário.

Esse descarte ajuda a coleta seletiva de materiais recicláveis por mantê-los secos e já separados do resto. Além de colaborar com a diminuição do descarte inadequado dos lixos em lixões e lotes vagos, evitando a contaminação do solo, de afluentes, entre outros processos que impactam diretamente a conservação dos recursos naturais.

Características e aspectos técnicos

Todo o funcionamento, incluindo instalação, é bem simples e fácil. Assim como os trituradores residenciais, o semi-industrial Tritury é composto por uma carcaça em alumínio e por um sistema de disco e anel de corte em aço inoxidável, que garante total segurança para os colaboradores e usuários do sistema.

O sistema é o mais silencioso e mais eficiente, com processamento mais rápido e duradouro do material, tudo isso com menor gasto de água e energia elétrica.

As indicações de instalação reúnem alguns passos e dicas sobre o espaço onde o aparelho será instalado. A primeira exigência é a colocação de dois pontos elétricos próximos à pia e à bancada, um acima da bancada para colocar o painel de controle e outro abaixo da bancada para a conexão da caixa elétrica.

A distância entre a cuba e o eixo do esgoto deve ter, no mínimo, 30 cm e o bojo deve ter abertura de 4,5 polegadas para a válvula. Atente-se também à rede elétrica, para os modelos semi-industriais é preciso 220/380 volts trifásico.

Como escolher o modelo

Os trituradores alimentares (residenciais, semi-industriais e industriais) são indicados para qualquer negócio, sem restrições. A escolha do melhor triturador para cada negócio vai depender da rotina do estabelecimento.

Não existem normas de instalação ou uso dos órgãos de fiscalização sanitária. O que é averiguado são as condições dos equipamentos, em geral. A limpeza e a conservação do equipamento devem ser mantidas para garantir padrões de higiene, condições sanitárias e segurança para os colaboradores da empresa.

O atendimento de clientes e volume de lixo orgânico que pode ser triturado é que vai definir o modelo que comporta melhor e isso deve ser avaliado por técnicos e especialistas no ramo.

Viu como os trituradores alimentares podem ser um bom negócio para qualquer empreendimento?

Esses equipamentos são soluções viáveis e foram desenvolvidos exclusivamente para operações contínuas que envolvem grandes quantidades de matéria orgânica, cumprindo a promessa de reduzir gastos, diminuir o descarte de lixo e ainda, facilitar o dia a dia.

E aí? Se interessou pelo triturador semi-industrial? Quer saber mais? Entre em contato com a gente!

 

Sobre o autor

Tritury

Deixar comentário.

Share This